O Projeto

Há cerca de 500 anos a baía da Praia da Vitória consistia, antes da intervenção humana, num extenso areal em forma de meia-lua com alguns Km de extensão ao qual estava associada uma rede de zonas húmidas costeiras de água salobra cuja dinâmica e estabilidade ecossistémica era garantida pela dinâmica dunar. A povoação do local implicou profundos distúrbios de origem antropogénica, nomeadamente a secagem e o aterro das referidas zonas húmidas. 

Não sendo possível o retrocesso e a reposição da situação original, uma vez que existem construídas ao longo da baia importantes infraestruturas do ponto de vista do funcionamento da cidade entre projeto propõe-se a garantir a existência de uma rede de zonas húmidas que compõe entre si uma infraestrutura verde húmida, naquela orla costeira com características e funções ecossistémicas semelhantes às iniciais através da recuperação, restauro ecológico e reordenamento de três zonas húmidas chave: Paul da Praia da Vitória, Paul do Belo Jardim e Paul da Pedreira, constituindo-se uma rede integradora de zonas húmidas com diferentes características associadas a tipos de avifauna diferentes.

 

Locations of Site Visitors